quarta-feira, abril 06, 2011

Casa sustentável. É possivel?

 fonte/site dubaivale


 Crédito Verde

Atualmente , o termo sustentabilidade está associado a toda nova construção ou reforma feita no Brasil ou no mundo, seja ela residencial, comercial ou industrial.

Torna-se quase que obrigatória a busca por alternativas diferenciadas que façam proveito dos elementos naturais ou por produtos certificados com selos de proteção ambiental, que não ajudem na degradação do meio ambiente preservado.
Os clientes corporativos ainda são maioria, visto que os mesmos necessitam seguir normas para que possam por em funcionamento suas indústrias com máxima segurança ambiental e mínima agressão ao ambiente onde são implantadas. 

Outro grande motivo para este destaque se deve ao fato de que para empresas, o investimento em construção sustentável tem como base os lucros da mesma e como ajuda, o "crédito verde", um financiamento feito na grande maioria por bancos que criaram programas específicos votados para a proteção do meio ambiente, casos do Bradesco,Itaú e Caixa Econômica Federal.

 "Crédito Verde" para todos Como estímulo para que toda e qualquer construção no Brasil seja sustentável em algum aspecto, os bancos tem liberado taxas de financiamento de até 25%, para construção e reformas residenciais de proprietários que tenham o interesse de cooperar com a proteção ambiental e a máxima utilização dos recursos naturais disponíveis (sol, chuva, luz natural, madeiras legais, etc.). 
 fonte/dubaivale

 Captação de águas da chuva

Isto torna possível para toda a população interessada neste novo e necessário modo de vida, adaptar ou criar residências ambientalmente corretas. Algumas alternativas como a utilização de grandes aberturas permitindo entrada da luz natural, a captação de águas de chuva para reuso em vasos sanitários e jardins, a implantação de superfícies permeáveis nas áreas externas a casa, podem ser optadas pelo proprietário para construir uma residência ambientalmente correta. 

Porém, por incrível que pareça, em 30 cidades brasileiras, já é obrigatório em toda nova edificação o uso de aquecedor solar de água, uma maneira inteligente de reduzir o consumo de energia para aquecer a água das torneiras.

 Embora este investimento se pague entre um e três anos e o custo extra durante a obra pese, o financiamento através de bancos para estas novas alternativas se torna uma boa saída.
Postar um comentário