domingo, abril 03, 2011

A força do povo não pode ser menosprezada!


A força de um povo se mede pela sua capacidade de união, de compartilhamento e de luta pelos ideais a que se destina.
Em nosso pais já conquistamos muitas coisas como um povo, mas precisamos conquistar muito mais, entendendo que a possibilidade de que isso aconteça é muito grande se comparada a anos atrás, a séculos atrás quando éramos uma colonia para onde só vinham os "refugos' e "aventureiros".
Se for ver, o Brasil teve desde o seu início uma "enxurrada" de criaturas que bem antes de descobrir que o amavam e que este seria seu solo pátrio, vieram já com o intuito de se aproveitar, destruir, usurpar.
Há 500 anos que temos entre nós pessoas de muito boa indole mas cercados de sangue sugas, e isso se reverbera até nossos tempos, onde vemos politicos corruptos, empresários pouco preocupados com o povo e o próprio povo, com grandes dificuldades de entender que tem esse poder de luta em suas mãos, o poder de mudar tudo isso num passe mágico em que acorde para a realidade de que nada disso será mais suportado.
Que podemos fazer para que nossa casa, nossa rua, nossa vila, cidade, estado...para com que nosso pais seja muito mais em termos de qualidade de vida?
Para isso, o que temos que fazer?
Exigir nossos direitos e mais que isso, precisamos abrir os olhos para o que se nos mostra em termos de politica, leis, trabalho.
Na hora do voto, que é uma arma que temos em nossas mãos e muitos não a aproveitam de forma contundente, sendo muitas vezes conivente com o atual quadro em que nos encontramos, é nessa hora que temos que pensar bem sobre a forma como temos entregado em mãos alheias as nossas vidas e os direcionamentos que ela terá futuramente.
É preciso mais que nunca, pesquisar a indole daqueles a quem damos nosso aval, assim como agimos com aqueles que se aproximam de nós em nossas vidas, selecionar é a palavra de ordem para esses novos tempos que surgem, porque não suportamos mais tanta injustiça, prevaricação e desrespeito ao povo!
Enquanto isso não for alcançado, apenas o governo, politicos, leis estabelecidas, não serão suficientes.
É preciso que o povo acorde para tudo o que pode ser feito com o que se tem em mãos e para com tudo o que pode ser alcançado e conquistado.
Conscientização é a palavra, amigos.
Só assim deixaremos o sofrimento, a fome, a miséria, a marginalidade de lado, para enfim, sermos o povo que merecemos e queremos ser.
Postar um comentário