quinta-feira, junho 30, 2011

“Super areia” transforma água poluída em potável

Em muitos países, o acesso à água potável e saneamento ainda é limitado. Agora, uma solução barata e eficaz para esse problema pode ter surgido. A “super areia”, como foi apelidada, é um material que pode ter baixo custo e limpar a água com eficiência.
A tecnologia é feita a partir de grãos de areia revestidos de um material amplamente disponível: o grafite (comumente usado na fabricação de lápis). Na Austrália, muitas empresas de mineração que extraem grafite produzem resíduos que poderiam ser utilizados para esse fim.
O problema da falta de água potável é uma realidade de muitos países, principalmente os que estão em desenvolvimento. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), apenas 60% da população da África subsaariana e 50% da população na Oceania utiliza fontes de água de boa qualidade.
Os grãos de grafite que apareceram como uma boa solução para a purificação da água não tão novidade assim. Desde tempos antigos, o grafite já era utilizado com esse fim.
Com as tecnologias avançadas da atualidade, agora é possível modificar o óxido do grafite para torná-lo mais seletivo e sensível a certos poluentes, como elementos orgânicos ou metais presentes em água contaminada. Uma vantagem da “super areia” é que ela é mais barata do que técnicas de purificação envolvendo carbono ativado, e provavelmente mais rentável. [BBC]
Postar um comentário