quarta-feira, setembro 07, 2011

Holofote aproveita a luz do sol para iluminar jardins

Thea Solar Spot Light Garden é uma luminária que usa a luz do sol como fonte de energia.
Imagem: EnviroGadget
 
A Thea Solar Spot Light Garden é uma luminária que usa a luz do sol como fonte de energia. O dispositivo pode ser montado na parede, no deck ou mesmo no solo, permitindo-lhe maior liberdade para posicionar a luz onde for preciso.
A luminária é construída a partir de plástico preto temperado, o que lhe permite estar ao ar livre independente das condições climáticas. Com painéis solares de 1.4W e usando oito LEDs brilhantes para iluminar, o holofote é capaz de gerar uma grande fonte de luz em dois ou três dias com tempo ruim (baixa luminosidade). O aparelho é capaz de produzir um feixe de luz de até 15m e acende automaticamente ao entardecer.
O Thea Solar Spot Light Garden usa três baterias Ni-MH recarregáveis de 1500mAh, que podem ser removidas e carregadas em um carregador de casa em dias de mau tempo. O holofote vem em três diferentes opções de montagem, de jardim, cerca ou suporte de parede. Essas opções ajudam a dar uma flexibilidade ao posicionamento da luz, tanto para a iluminação em si quanto para o posicionamento do painel solar, onde melhor possa tirar vantagem de qualquer luz presente. O ângulo dos painéis solares pode ser ajustado para alcançar melhor este objetivo.
O dispositivo é capaz de iluminar áreas externas para adicionar maior segurança no escuro e iluminar caminhos e jardins à noite. Por usar a energia solar, não é necessária nenhuma fiação complicada, é rápido e fácil de instalar e em longo prazo os custos de funcionamento são alcançados.
A luminária, à venda no Reino Unido, possui botão liga e desliga e pode gerar até oito horas de luz quando totalmente carregada. Com informações do EnviroGadget.
Redação CicloVivo
Postar um comentário