domingo, fevereiro 19, 2012

Tecnologias emergentes para o século 21

Redação do Site Inovação Tecnológica - 15/02/2012
Tecnologias emergentes para o século 21
Os homens mais poderosos do planeta parecem um tanto assustados frente às novas tecnologias e ao poder que elas demonstraram durante a Primavera Árabe. [Imagem: WEF] 
Ansiedade Tecnológica
É comum ver visionários de todos os tipos tentando adivinhar quais tecnologias poderão "mudar o mundo".
Menos comum é ouvir o segmento econômico mais poderoso do mundo - reunido no Fórum Econômico Global - dando sua lista de desejos tecnológicos.
O documento foi preparado por uma equipe que incluiu cientistas, especialistas em cada área e políticos. Contudo, pelo tom com que ele foi apresentado, talvez fosse mais correto dizer que se trata de uma "lista de ansiedades tecnológicas".
Segundo a organização, a lista destaca "tendências tecnológicas com maior probabilidade de impactar o estado do mundo no futuro próximo", ou seja, tecnologias capazes de mudar mundo, mas dito em um tom de algo que não parecia muito desejável.
"Se a Primavera Árabe demonstrou que muitos governos ainda não sabem como responder a tecnologias maduras e simples como o Facebook e o Twitter, eles podem correr o risco de ficar absolutamente vendidos em face das 'mudanças tecnológicas baseadas na ciência' [sic]," disse Tim Harper, membro do Conselho Global de Tecnologias Emergentes, ligado ao Fórum Econômico Global.
Veja abaixo a lista das "tecnologias baseadas na ciência", que aparentemente podem assustar os governos. Elas foram listas "em ordem do potencial que têm para oferecer soluções para os desafios globais", segundo o Fórum.
Informática para Agregação de Valor à Informação
A quantidade de informação disponível para indivíduos e organizações não tem precedentes na história humana, e a taxa de geração de informação continua a crescer exponencialmente.
No entanto, o grande volume de informações está ameaçando criar mais ruído do que valor, e, como resultado, limitando seu uso eficaz.
Inovações na forma como a informação é organizada, extraída e processada são elementos-chave para filtrar o ruído e usar a riqueza crescente de informação para enfrentar os desafios emergentes.
Biologia Sintética e Engenharia Metabólica
Avanços rápidos na biologia sintética e na engenharia metabólica estão permitindo que biólogos e engenheiros aproveitem potencial do mundo biológico de forma sem precedentes.
Isso está permitindo o desenvolvimento de novos processos biológicos e de organismos que são projetados para servir a propósitos específicos, incluindo a conversão de biomassa em produtos químicos, combustíveis e materiais, produção de novas drogas terapêuticas ou proteção do corpo.
Revolução Verde 2.0 - Tecnologias para a Alimentação e Aumento da Biomassa
Os fertilizantes artificiais são uma das principais realizações da química moderna, permitindo um aumento sem precedentes no rendimento da produção agrícola.
No entanto, a crescente demanda global por alimentos saudáveis e nutritivos está ameaçando esgotar a energia, a água e os recursos terrestres.
Ao integrar os avanços nas ciências biológicas e físicas, a nova revolução verde mantém a promessa de aumentar ainda mais o rendimento das culturas, minimizando o impacto ambiental, reduzindo a dependência de energia e água, e diminuindo a emissão de carbono.
Materiais em Nanoescala
A crescente demanda por recursos naturais exige ganhos sem precedentes em termos de eficiência.
Materiais nanoestruturados, com propriedades específicas, projetados e desenvolvidos em escala molecular, já estão mostrando características inovadoras e únicas.
Esses materiais têm potencial para iniciar a próxima revolução da energia limpa, reduzir nossa dependência de recursos naturais não-renováveis e aumentar a eficiência dos processos fabricação e processamento.
Biologia de Sistemas e Modelagem Computacional e Simulação de Sistemas Químicos e Biológicos
Para melhores cuidados da saúde e para incrementar a fabricação industrial de base biológica, é essencial entender como biologia e química trabalham juntos.
A biologia de sistemas e a modelagem e a simulação computacionais estão desempenhando papéis cada vez mais importantes no desenvolvimento de medicamentos, materiais e processos.
Estes, por sua vez, são altamente eficientes na concretização das metas para as quais foram projetados, e com impacto mínimo sobre a saúde humana e o ambiente.
Utilização do Dióxido de Carbono como um Recurso
O carbono é o elemento central de toda a vida na Terra.
No entanto, gerenciar as emissões de dióxido de carbono é um dos maiores desafios sociais, políticos e econômicos do nosso tempo.
Uma abordagem emergente inovadora para gestão de dióxido de carbono envolve transformá-lo de um encargo em um recurso.
Novos catalisadores, com base em materiais nanoestruturados, podem transformar o dióxido de carbono em hidrocarbonetos de elevado valor, além de outras moléculas contendo carbono que podem ser utilizadas como insumo para a indústria química, alternativas mais limpas e mais sustentáveis aos produtos petroquímicos.
Energia sem Fios
A sociedade é profundamente dependente de aparelhos elétricos.
No entanto, uma limitação significativa ao desenvolvimento desses aparelhos é a necessidade de eles sejam ligados à rede elétrica através de fios - de forma permanente ou através de baterias, que exigem recargas frequentes.
Abordagens emergentes para a transmissão de eletricidade sem fios vão libertar os aparelhos das tomadas.
Isto terá um impacto significativo na eletrônica pessoal, como as redes Wi-Fi tiveram sobre o uso da Internet.
Sistemas de Energia de Alta Densidade
Baterias melhores são essenciais para que a próxima geração de tecnologias de energia limpa se tornem realidade.
Várias tecnologias emergentes estão se juntando para lançar as bases para o uso e o armazenamento avançados de energia elétrica.
Isto inclui o desenvolvimento de eletrodos nanoestruturados, eletrólitos sólidos e entrega rápida de energia a partir de supercapacitores baseados em nanomateriais à base de carbono.
Medicina Personalizada, Nutrição e Prevenção de Doenças
Conforme a população mundial supera os 7 bilhões de pessoas - todas esperando por uma vida longa e saudável - abordagens convencionais para garantir a boa saúde estão se tornando cada vez menos sustentáveis.
Avanços em áreas como genômica, proteômica e metabolômica estão agora abrindo a possibilidade de adaptar a nutrição, a medicina e a prevenção das doenças para cada indivíduo.
Juntamente com tecnologias emergentes, como a biologia sintética e a nanotecnologia, elas estão lançando as bases para uma revolução na área da saúde e bem-estar que será menos intensiva em recursos e mais direcionada às necessidades individuais.
Tecnologias Avançadas para Educação
Estão emergindo abordagens personalizadas para a educação, baseadas nas tecnologias da informação, que permitem a educação centrada no aluno, o desenvolvimento do pensamento crítico e a criatividade.
Os rápidos desenvolvimentos das mídias sociais, os cursos abertos pela internet, e o acesso ubíquo à rede mundial estão facilitando a educação continuada fora da sala de aula.
Postar um comentário