domingo, agosto 04, 2013

Horta no Shopping


Horta no Shopping

Shopping cria hortas orgânicas para seus funcionários a partir da compostagem acelerada ao aproveitar restos de comida da praça de alimentação como adubo ecologicamente correto.

 Quando a vontade de comer é maior que a fome, o resultado é o desperdício e a sobra de comida no prato. Porém, é possível reaproveitar estes alimentos que iriam para o lixo e transformá-los em um fertilizante mais natural e sustentável que não agrida o meio ambiente. 

O volume de alimentos que são jogados no lixo diariamente poderia pode ser facilmente transformando em adubo saudável pelo processo de compostagem acelerada e assim, promover hortas urbanas ou substituir a grande quantidade de agrotóxicos e pesticidas utilizados indiscriminadamente que tanto tem afetado a saúde do homem e de todo ecossistema.


Soluções para os orgânicos

A KMA - Korim Meio ambiente é uma empresa de gestão ambiental com foco na preservação do meio ambiente que oferece soluções eficazes para o tratamento de resíduos orgânicos líquidos e sólidos através de processos biotecnológicos com a utilização de microrganismos naturais e benéficos ao meio ambiente.

É uma das empresas que tem se preocupado em resolver o problema do meio ambiente de forma objetiva e dinâmica. "A questão dos resíduos sólidos com relação aos orgânicos, que é um desafio à natureza e às pessoas que tem conhecimento de tecnologia." diz José Luiz Tomita, da KMA.
Hoje o orgânico representa dentro dos lixos representa cerca de 50 a 60% do seu peso total. Se a destinação dessa percentagem for para um destino adequado, será possível minimizar consideravelmente os problemas ambientais, principalmente das áreas metropolitanas - diz ainda Luiz Tomita.
Cabe a cada um de nós buscar informações sobre como melhor descartar o seu lixo orgânico, separar adequadamente o lixo "seco" do lixo "molhado", que se diz o orgânico. Vidros, embalagens laminadas , espelhos, também ainda não são recicláveis.
Aqui no blog você encontra posts relacionados com as listas inteiras dos materiais que podem ser reciclados. 
Comecemos desde já, na sua casa, no seu prédio, na sua rua. Não esperemos por "decisões" do governo, pois embora já existam algumas leis, são pouco seguidas ou conhecidas e precisamos  conscientizar a cada uma de nós, da premência dessa conduta mais sustentável até que faça parte de nossa rotina do dia a dia. Só assim conquistaremos um mundo mais limpo, mas saudável e bonito de se viver.
links relacionados : http://vlaplee.blogspot.com.br/2011/02/o-manual-da-reciclagem.html
Postar um comentário