terça-feira, agosto 02, 2011

Empresa brasileira vai desenvolver motores para carros elétricos

"Por ser um fabricante brasileiro de geradores e motores elétricos, a empresa pode contribuir para o desenvolvimento de uma indústria nacional de veículos elétricos."

O BNDES anunciou um financiamento para o desenvolvimento de motores elétricos inovadores, a serem fabricados pela WEG S/A.
Os motores seguirão duas rotas tecnológicas: a de tração elétrica híbrida e a de tração puramente elétrica.
Entre as tecnologias inovadoras, estão o desenvolvimento de um sistema de tração mais leve, compacto e eficiente em comparação aos já existentes, e de um novo sistema de refrigeração que permita a redução de peso e aumento da confiabilidade dos motores
A empresa receberá apoio do BNDES no valor de R$ 7,5 milhões, equivalentes a 62,3% do investimento total, de R$ 12 milhões.

Veículos elétricos

Entre os méritos do projeto, apontados pelo BNDES como justificativa para o financiamento, está o alto potencial de crescimento do mercado de veículos elétricos, com demanda nacional em nichos específicos.
Além disso, os sistemas de tração elétrica são uma alternativa ao uso de motores a combustão, sobretudo porque trazem menos impacto ao meio ambiente e são mais eficientes.
Boa parte da atual ineficiência energética do motor de combustão vem da geração de calor. Estima-se que apenas 15% da energia potencial de um combustível em um automóvel seja efetivamente utilizada para movimentá-lo.
Já os veículos elétricos apresentam rendimento mínimo do motor de 40%.

Tipos de veículos elétricos

Há, atualmente, duas categorias de veículos elétricos: híbridos e puramente elétricos.
Os híbridos são assim chamados por combinarem um motor de combustão interna com um gerador, uma bateria e um ou mais motores elétricos. Nesses veículos, o motor a combustão é menor e menos potente que nos veículos convencionais, reduzindo o consumo de combustível e o volume de emissões.
Os veículos puramente elétricos não possuem motor a combustão. São integralmente movidos por energia elétrica, seja provida por baterias, por células de combustível, por placas fotovoltaicas (energia solar) ou ligados à rede elétrica, como os trólebus. A maioria dos lançamentos das grandes montadoras tem-se concentrado em veículos à bateria.
Por ser um fabricante brasileiro de geradores e motores elétricos, a WEG pode contribuir para o desenvolvimento de uma indústria nacional de veículos elétricos.
O desenvolvimento será realizado prioritariamente na sede da empresa, em Jaraguá do Sul (SC), mas também poderá ser executado por parceiros tecnológicos, como consultores, universidades ou institutos de pesquisa.
A conclusão do projeto está prevista para dezembro de 2013.
Com informações do BNDES - 31/07/2011
Postar um comentário