sábado, dezembro 24, 2011

Natal Sustentável do conjunto nacional

A todos amigos que compartilham as noticias que aqui busco divulgar um Feliz Natal e um 2012 cheio de energia para novas conquistas e para fortalecer as já estabelecidas! 
Aqui temos vários exemplos de como viver  num mundo sustentável gerando renda e protegendo o planeta com atitudes que podem parecer sem efeito mas que como "formiguinhas", vamos construindo o mundo que queremos ter e deixar aos nossos filhos, netos, sobrinhos. 
Aqui vemos as muitas formas de "reprogramar" nosso dia a dia para estar sempre atualizados com a nossa natureza exterior e interior.

Um pouco da História do Natal Nacional
O Conjunto Nacional tem sido um espaço aberto às manifestações da arte e cultura brasileira, principalmente as de origem popular. E, com alguma ousadia, já estabeleceu uma tradição realizando, desde 2001, o projeto ‘Natal Nacional’, que incentiva a criação de uma decoração natalina feita com materiais recicláveis, tendo como suporte elementos da cultura popular brasileira. 

O ‘Natal Nacional’ é um modelo educativo e economicamente viável, com o intuito de reduzir o impacto ambiental do lixo e gerar trabalho. Desde a sua concepção, o projeto já profissionalizou mais de mil pessoas. Todos os participantes aprendem com profissionais, são remunerados e o mais importante, se transformam em artistas.
Essa atividade se dá por meio de etapas distintas que incluem treinamento e capacitação dos artesãos e a produção de objetos decorativos sob supervisão técnica. Os participantes atuam ativamente em todo o processo, desde a confecção dos adereços até a montagem da exposição.

As peças decorativas são confeccionadas a partir de componentes separados do lixo gerado pelo próprio Conjunto Nacional, que é um dos maiores pontos de arrecadação de material reciclável do Brasil. 
Com este projeto, o edifício já transformou toneladas de lixo em arte, evitando assim que estes resíduos fossem para os aterros sanitários: mais de uma tonelada de papel, 260 mil garrafas pet, 19 mil cds, 14 mil descartáveis, 5 mil latas de alumínio, entre muitos outros. Os adereços chamam atenção pela originalidade dos materiais utilizados e uso de símbolos e imagens de nossas raízes culturais.

A decoração do Conjunto Nacional é uma oportunidade para se buscar novos símbolos para o verdadeiro Natal e uma ocasião para transformar as pessoas que nela trabalham. Além de manter a proposta de preservar a identidade brasileira, o projeto consagra a intenção de reunir, a partir das experiências distintas de seus idealizadores, conceitos como os de reaproveitamento de materiais, capacitação profissional e geração de renda.
Dessa forma, uma simples decoração de Natal motiva uma ação social, despertando a preocupação de gerar ações não só de natureza comercial ou decorativa, mas que trazem também melhorias sociais para diversas famílias da nossa cidade. 

Natal 2011
Preocupado com o consumo excessivo nas festas de fim de ano, o Papai Noel aterrissa na Galeria do Conjunto Nacional para firmar uma parceria de sustentabilidade.
Em plena Avenida Paulista, o paulistano recebe o edifício embrulhado como um presente para a cidade de São Paulo. A decoração da fachada externa, iluminada a partir das 19 horas, remete a uma caixa adornada com um grande laço elaborado com 46 mil garrafas pet e 40 mil CDs, que dão um brilho especial neste Natal.
Pelo 11º ano consecutivo, o artista plástico Silvio Galvão orquestra a decoração natalina no edifício que, desde 2001, mantém a tradição de montar um presépio.
Em 2011, ao invés de representar a cena da Natividade, o prédio realiza um grande projeto tendo o 'bom velhinho' como personagem principal.
"Tivemos a licença poética para usar o Papai Noel, símbolo consumista, dentro de um conceito de sustentabilidade. Preocupado com o planeta, ele traz em seu trenó brinquedos feitos com materiais recicláveis e pede às pessoas que adquiram apenas o necessário e se lembrem do verdadeiro espírito de Natal", diz o artista.
Para dar um toque de encantamento à instalação, o artista embarca nos musicais da Broadway, apresentados recentemente na cidade. Em alusão a ‘Rodolfo: a Rena do Nariz Vermelho’, por exemplo, o Papai Noel convoca a tal rena para assumir o posto de sinalizador de vôo.
A magia que permeia a Natividade é vista especialmente na trupe responsável pela coleta dos presentes. São, no total, doze gnomos - com 70 cm de altura - que auxiliam o bom velhinho na importante missão. Enquanto alguns se encarregam da logística e carregamento dos produtos, outros estão empenhados nos cuidados com as renas ou, ainda, com as vestes do Papai Noel.
Há códigos na aparência e composição dos homenzinhos que informam sua função e estado civil. O gnomo Fogo, por exemplo, exibe cabeleira avermelhada. Já o Trevo, responsável pela burocracia, sustenta nas mãos uma prancheta. As gnomidas (gnomos fêmeas) que cobrem as orelhas com véu são casadas. As que usam trancinhas nos cabelos são solteiras.
"Como existem muitas histórias e lendas que cercam a origem dos gnomos que nos remetem às Ilhas Britânicas, em especial à Irlanda, inspirei-me na carruagem da Família Real para confeccionar o trenó, que possui adereços renascentistas e pintura artística que imita madeira e ouro", revela Silvio Galvão.
Para a confecção das figuras (Papai Noel, gnomos e renas), foram realizados estudos e pesquisas de materiais para alcançar o efeito 'hiper-realista' das peças. “As esculturas, de tão graciosas, parecem reais”, conclui.
O projeto artístico criado pelo Diretor de Arte Silvio Galvão foi dividido em duas frentes: o cenário interno foi executado pela empresa Silvio Galvão Artes Visuais, e a fachada pela Cooperaacs (Cooperativa Social de Trabalho e Produção de Arte Alternativa e Coleta Seletiva), sob orientação do Mestre Artesão Sandro Rodrigues. Durante quatro meses, o Conjunto Nacional recolheu grande parte dos materiais recicláveis por meio do Programa de Coleta Seletiva existente no edifício desde 1992. Outra parte foi adquirida nas cooperativas parceiras.
Contamos ainda com a colaboração da empresa Itautec, que cedeu 26 mil CDs.
A utilização de produtos recicláveis na decoração natalina do Conjunto Nacional nos últimos onze anos imprime um caráter brasileiro com responsabilidade social, e integra a paisagem tradicional de Natal na Avenida Paulista. As instalações na Galeria são interativas e permitem ao público integrar-se ao cenário, compondo o quadro e participando da cena.

Postar um comentário